Detalhes sobre a procuração

Uma das primeiras coisas a entrar na minha planilha quando decidi viajar foi fazer uma procuração dando plenos poderes aos meus pais para resolverem qualquer coisa para mim aqui no Brasil. Assuntos de banco, da empresa, de cursos… quero viajar sabendo que qualquer coisa que eu queira ou precise fazer no Brasil, os meus pais poderão resolver para mim.

Pois bem, leiga como sou em questões de direito, achei que era só ir ao cartório e pronto. Mas atenção, não é bem assim. Antes de fazer sua procuração, converse nos locais onde sabe que ela poderá vir a ser usada. Por exemplo, uma das instituições que quero que esteja coberta pela procuração me informou que eles têm um modelo próprio deles mesmos. Assim sendo, devo levar o modelo deles ao cartório para que a procuração seja feita seguindo aquele modelo específico.

E não é só isso, outro dia fui ao Banco do Brasil e algo me fez aproveitar que estava conversando com o gerente para falar na procuração. E ainda bem. Achei que faria apenas uma procuração dizendo que daria plenos poderes aos meus pais para resolverem qualquer assunto em instituições bancárias em meu nome, certo? Pois saibam que esse tipo de procuração não serve para o BB. Segundo o gerente me explicou, para eles a procuração tem que especificar o Banco do Brasil nominalmente e tem que especificar item por item, tipo, depósito, transferência, pegar cartão, talão de cheque, etc e tal. Ou seja, se não converso antes com o gerente, ia morrer numa grana e perder tempo à toa, pois a procuração não serviria.

São vários detalhes a serem levados em conta antes de uma viagem desse tipo e como o tempo costuma passar voando, quanto menos tivermos que refazer alguma coisa melhor.

Anúncios

O quanto levar?

pounds1

Dinheiro é sempre um assunto controverso. O quanto levar em uma viagem? Algumas pessoas falam em 100 dólares, euros, libras, etc… por dia; outros acham que dá pra passar muito bem com a metade desse valor. Tudo vai depender do seu estilo de viajante. Você não abre mão de conforto na hora de se hospedar? Não abre mão de fazer todas as refeições do dia? Quer levar lembrancinhas até pro filho do primo da vizinha?

Esse cálculo fica ainda mais complicado quando o assunto é mudar para um outro país. Quanto levar para esse momento da chegada, de procurar um apartamento para alugar, despesas com casa nova, etc e etc…Pois bem, de novo acho que varia de pessoa para pessoa. No meu caso, resolvi me basear nos valores das bolsas que o CNPq costuma pagar para doutorandos e outros pesquisadores que vão para fora. Além do mais, estou aproveitando esse ano de preparativos para pesquisar preço de aluguéis em imobiliárias, preço de produtos básicos em supermercados. No Tesco, por exemplo, é possível simular as compras pela internet e, assim, ter uma base de quanto se vai gastar.

O bom de planejar a viagem com antecedência é que posso ir comprando moeda aos poucos. Até porque, com a libra a R$5,50, não tá fácil pra ninguém.