Já ouviu falar no Military Tatoo?

tattoo_festival_logo

Eu não sei se você sabe, mas Edimburgo é cheia de festivais e agosto é o mês dos Festivais de Verão, do qual uma das principais atrações é o Royal Edinburgh Military Tatoo. Durante três semanas (em 2017 o Military Tatoo vai acontecer de 4 a 26 de agosto e o tema escolhido é Splash of Tartan), a esplanada do Castelo de Edimburgo ecoa o som de gaitas de fole e tambores de bandas marciais militares de todos os cantos do mundo para um grandioso espetáculo. Danças, desfiles e shows de fogos de artifícios compõem esse que é um dos maiores eventos do país.

Mas por que eu resolvi falar disso hoje? Porque os ingressos para o evento do ano que vem já estão à venda e pelo o que eu pude ver, eles esgotam muito rapidamente. Os valores vão de 25 a 300 libras e alguns lugares dão direito a um verdadeiro pacote com direito a jantar ou recepção com drinks, além de uma visita ao Scottish Whisky Experience ou ao bastidores do evento.

3896685312_4f4f573cb1_z
Foto retirada do site oficial

Os shows acontecem de segunda à sábado. De segunda a sexta às 21h e no sábado em dois horários, 19h30 e 22h30. Lembrando que é verão, então escurece mais tarde. Os ingressos podem ser enviados para casa (mesmo no Brasil) ou retirados lá mesmo. É importante ficar atento ao prazo. Para o evento do ano que vem, os ingressos serão enviados somente a partir de abril e eles pedem 28 dias para o envio. Dependendo do caso vale mais a pena retirar no escritório deles antes do evento.

De acordo com a Bruna, do Contando as Horas, as arquibancadas não são cobertas, inclusive as da ala VIP e não é permitido usar guarda-chuva, pois atrapalha a visão das pessoas que estão atrás. Então é bom comprar uma capa de chuva ainda na parte externa da Esplanada. No site dela, neste post, ela também explica sobre cada um dos locais, e onde é melhor ou pior de ficar para assistir ao show.

3856032266_c5ea01f6b2_z
Foto retirada do site oficial

O Military Tatoo, que teve início em 1949, é uma representação da prática comum durante a Guerra de Sucessão Austríaca, quando os exércitos se hospedavam em alguma cidade. Todas as noites, uma banda com gaitas e tambores passava pelas tabernas avisando que já era hora de fechar as torneiras dos barris e parar de servir cerveja, pois os soldados deveriam se retirar para seus alojamentos. No século 18, o hábito não só sinalizava o último dever do dia, como também era uma forma de entretenimento noturno para as tropas.

Eu já garanti meu ingresso. Meu primeiro evento na Escócia já confirmado. E assim vai ficando cada vez mais real. Ingressos podem ser comprados aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s