O horário de verão na Escócia

relogios-fusohorario

Pois é, aqui na Europa também tem horário de verão. Eu que odeio não me vi livre desse maldito horário ao me mudar para cá. No último sábado, dia 26 de março, à uma da manhã adiantamos o relógio em uma hora e agora a diferença horária entre Brasil e Escócia (e todo Reino Unido) é de 4 horas.

O curioso é que aqui o relógio não é adiantado ou atrasado à meia-noite, mas à uma hora manhã. (Na Holanda é às duas da manhã. Curioso, não?)

Diferente do Brasil, o dia da mudança do horário aqui já está tão entranhado na população que não existe propagandas lembrando da mudança na TV, rádio ou jornal, como vemos no Brasil. As pessoas simplesmente sabem que no último domingo de março começa o horário de verão e no último domingo de outubro ele termina. Assim, esse ano de 2017, o horário de verão por aqui vai terminar em 29 de outubro.

Como no dia 15 de outubro de 2017 vai iniciar o horário de verão no Brasil, por poucos dias, a diferença de horário entre os dois países será de 3 horas. E, no dia 29 de outubro, quando a Escócia sair do horário de verão a diferença de horário ficará em 2 horas.

Anúncios

O dinheiro na Escócia

O dinheiro aqui na Escócia, como em todo o Reino Unido é a libra, e eles aceitam totalmente as notas que você trará do Brasil, compradas no banco ou em casas de câmbio. Mas logo de cara você, provavelmente, vai notar que as notas recebidas como troco aqui na Escócia não são exatamente aquelas com a foto da Rainha, como estamos acostumados a ver quando falamos em libra. É que na Escócia eles têm a libra escocesa com imagens próprias

Outra particularidade é que diferente da maioria dos lugares, as notas não são padronizadas. Aqui, cada banco imprime suas notas e coloca as imagens que bem entender nelas. Interessante, não?

Atenção, as libras trazidas do Brasil ou de Londres são amplamente aceitas por aqui, mas em Londres a maioria dos lugares não aceita a libra escocesa. Assim como no Brasil, caso sobre notas de libra escocesa, troque ainda aqui no país, pois será muito difícil conseguir vendê-las no Brasil.

 

Edimburgo: aqui estou eu

20170304_163927

Dizem que a primeira impressão é a que fica. Mas será? Sábado passado cheguei em Edimburgo (ou Edimbráaa, como dizem os locais) e a cidade me recebeu cinza, com muita neblina e uma chuvinha fina nada convidativa. Confesso que a vontade foi pegar o mesmo voo de volta para Amsterdã (não que o clima em terras holandesas parecesse muito melhor, mas…).

Como até chegar ao apartamento, conhecer o funcionamento da casa, desfazer mala… e tudo isso, já tinha escurecido, nessa primeira noite achei melhor dar uma andada rápida pelo bairro e jantar no próprio apartamento (a proprietária havia deixado pão, leite, chá e um bolinho típico da cidade).

20170305_183717

No dia seguinte, que surpresa, céu azul e uma cidade maravilhosa para ser explorada. É fácil se deixar levar e andar horas e horas admirando a bela arquitetura, as ruelas, o castelo no horizonte, os parques… Acho que o melhor conselho que posso dar até o momento é: se perca pelas ruas da cidade. Você com certeza vai encontrar tesouros escondidos por todos os lados.