Escócia

bandeira-da-escocia
Bandeira da Escócia, também conhecida como Cruz de Santo André

A Escócia é um dos países que forma o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte e ocupa aproximadamente 1/3 do seu território. (Para não errar mais Escócia, Inglaterra e Gales formam a ilha da Grã-Bretanha. Quando junta a Irlanda do Norte, temos o Reino Unido).

Pelo último censo, realizado em 2017, a população do país é de aproximadamente 5 milhões de pessoas, um dos menos densamente povoados da Europa. Mais ou menos um terço dessa população vive nas quatro maiores cidades do país: Edimburgo (a capital), Glasgow (a mais populosa), Aberdeen e Dundee.

As línguas oficiais são o inglês e o gaélico escocês. Mas quem vem para cá a passeio não precisa se preocupar, o inglês é falado hoje em dia na maior parte do país. Na verdade, quando a Escócia se tornou uma nação unida no século XI, a língua predominante era o Geélico, o idioma dos Celtas vindos da Irlanda, que primeiro se instalaram na Escócia no século VI e ainda falado em algumas ilhas.

20170308_193441
1 das notas de 20 libras escocesas existente

A moeda é a libra, assim como no restante do Reino Unido. A diferença é que os bancos escoceses imprimem as próprias cédulas o que faz com que existem várias cédulas diferentes para o mesmo valor, além das cédulas de libra esterlina que estamos acostumados e encontramos normalmente no Brasil.

Post: O dinheiro na Escócia

O turismo injeta anualmente quase 3 bilhões de libras na economia. Os americanos são os principais visitantes, enquanto os alemães são os principais visitantes europeus e os chineses e indianos os principais visitantes originários da Ásia. Nos últimos anos o número de brasileiros vindo conhecer a Escócia também aumentou consideravelmente. Outros setores tradicionais são agricultura e pecuária, pesca, whisky, petróleo e gás e o de produção de eletrônicos, setor este que vêm atraindo muitas empresas internacionais nos últimos anos.

British-Airways-2
A British é a maior companhia aérea do Reino Unido e voa do Brasil para Londres e de lá para a Escócia

A Escócia tem cinco aeroportos principais: Aeroporto de Edimburgo (EDI), Aeroporto Internacional de Glasgow (GLA), Aeroporto Glasgow Prestwick (PIK), Aeroporto de Inverness (INV) e Aeroporto Internacional de Aberdeen (ABZ).

Existem diversas formas de se vir do Brasil para a Escócia, todas com escala em algum outro país da Europa (KLM parando em Amsterdã, Air France parando em Paris, British Airways parando no terminal 5 do aeroporto de Heathrow, em Londres, TAP parando em Portugal, etc.).

Além dos aeroportos, o país conta com uma excelente malha rodoviária e ferroviária. São mais de 300 estações de trem espalhadas por todo o país. A ScotRailé a empresa de trem que opera no pais e é muito fácil se deslocar de trem.

20191007_121640
As cores do outono

Uma das perguntas que eu mais recebo por aqui é: qual a melhor época para se conhecer a Escócia? Bem, para mim existem alguns fatores a serem levados em conta: para nós brasileiros, acostumados com sol e calor o ano inteiro, a Escócia vai ser sempre frio, dificilmente a temperatura passa dos 18 graus, isso no verão. Por outro lado, nos meses do verão amanhece antes das 5 da manhã e escurece por volta das dez da noite, assim os dias são mais longos e podem ser melhor aproveitados do que no período do inverno em que amanhece por volta das 7-8 da manhã e comece a escurecer por volta das 4 da tarde. Além disso, em algumas regiões algumas atrações fecham no inverno. Por fim, mais do que a temperatura, o importante é observar o vento. Dez graus sem vento pode ser melhor do que 15 com vento, porque o vento faz a sensação térmica diminuir bastante.

Levando-se isso tudo em conta, saiba que os meses mais ensolarados vão de maio a setembro. Mas ainda assim, a Escócia costuma passar pelas quatro estações todos os dias. Além disso, os invernos são úmidos e os verões nunca têm temperaturas muito elevadas.

20191201_112813
Inverno de 2020

Inverno: vai de dezembro a março. É muito frio, chove e venta muito. Diferente das Highlands, onde neve é comum, Edimburgo e Glasgow não costumam ter neve em abundância, mas nos últimos anos sempre tem nevado pelo menos um pouquinho. O dia amanhece por volta das 8 horas e escurece entre 15-16 horas. A temperatura varia entre 1 e 9 graus, mas a sensação térmica pode chegar abaixo de zero.

Primavera: vai de abril a junho. À medida que a estação avança o frio vai começando a diminuir, dando espaço para dias mais ensolarados e mais longos. Começa a amanhecer por volta das 4h30 e escurece depois das 22h. As temperaturas variam de 3 a 18 graus.

Verão: vai de julho a setembro. Julho pode ser quente, mas a medida que nos aproximamos de setembro os dias vão se tornando mais e mais fresquinhos. Os dias amanhecem por volta das 5h30 e escurecem lá pelas 21h30. As temperaturas variam entre 8 e 19 graus, podendo ter alguns picos na casa dos 22, 23 graus, mas isso é coisa de dois, três dias no máximo.

Outono: vai de outubro a dezembro. O frio começa a chegar, assim como a chuva. Apesar disso, a estação é belíssima com suas cores características. Com o fim do horário de verão, na última semana de outubro, amanhece perto das 7h e escurece por volta das 17h.

20190803_130445
Movimentação do Fringe 2019

Ainda falando sobre essa questão de melhor época para se visitar a Escócia, tenha em mente que em julho e agosto acontecem diversos festivais, entre eles o Fringe, maior festival de artes do mundo, e Edimburgo fica simplesmente tomada pelos turistas. Por isso, se essa for a época de escolha, saiba que os preços de passagens e hospedagem estarão mais caros e que será preciso reservar tudo com muita antecedência. O mesmo conselho vale para o mês de dezembro, quando acontece o Hogmanay, o Ano Novo escocês, simplesmente a principal festa deles, que dura 3 dias.

Post: Guia para os festivais de verão em Edimburgo

Post: Um guia para o Hogmanay em Edimburgo

———————-

Que tal um roteiro personalizado para a sua viagem para a Escócia? Converse com a gente. Clique aqui